Instruções para ouvir música – procedimentos seguidos e resultados alcançados

A nona proposta de exercício do curso foi escolher uma das instruções para ouvir música e colocá-la em prática, seguindo o passo a passo. Leia abaixo os procedimentos seguidos e os resultados alcançados:


Escolha a sua

MARCONDES, Gab.

Se não conheço a música mas te conheço, continuo ou danço? É fácil chorar hoje. Na janela a neblina respira comigo ou eu com ela. As folhas verdes imóveis do abacateiro são o inverso de uma esperança. Tudo está parado menos a melodia. Ela me trouxe até aqui e me deixou sozinha. Olho nos olhos úmidos dela e digo que toda dor é uma escolha e toda escolha uma dor. Escolha a sua.


Dançando com Freddie

Não tive dúvidas sobre qual música preferia ouvir. Escolhi esbanjar energia positiva com a banda Queen, claro! Don’t Stop Me Now é música de levantar defunto. Sim, para chacoalhar a alma, como foi dito, energizar o corpo, agradecer por estar viva e plena de saúde, nesses tempos tão terríveis de pandemia!

Subverti a ordem de despertar com a música e a coloquei para tocar no finzinho de uma tarde ensolarada. Estava sozinha numa casa espaçosa, com varanda e vista para umas colinas, que ainda reluziam seus verdes sob os últimos raios de sol. Coloquei o clipe da música na tevê e comecei a pular e a rodopiar de braços abertos, fazendo aviãozinho, como uma criança. E assim, pulando, abri a porta e fui para a varanda, depois de aumentar bastante o som. Ali, continuei dançando e cantarolando o refrão “don’t stop me now”, enquanto admirava e abraçava a paisagem.

Depois retornei à sala para assistir ao solo de guitarra e simular que era eu que tocava, era eu que estava no palco, era eu que cantava, e não podia parar, porque estava simplesmente... feliz!


Não me pare agora

Eu já tinha acordado. Estava arrumada pra começar o home office, quando, ao cantarolar Don’t Stop Me Now, lembrei do exercício. A experiência já me acompanhava há dias, desde quando decidi que seria essa a música. Assim, viver o exercício ativamente foi só o término de uma semana – mais alegre – cantarolando Queen.

Minutos antes de entrar em mais uma sala do Google Meet, para mais uma aula online, coloquei uma versão live action da música. Queen tocando em Tóquio, me propus a me sentir no show e… meu computador não aguentou o excesso de abas, de energia, travou.

Não me pare agora...

Minha alegria e dança não travaram e liberei a catarse necessária para chegar ao quase fim dessa semana intensa de final de ano letivo escolar.

E começa mais um dia.


Ciranda de bênçãos

Da varanda observo o mar. Mesmo de longe sinto sua energia, sua imensidão imponente margeada pelo verde manguezal. O sol se pondo, alaranjando o horizonte. Na caixa de som — Reza — na melodiosa voz de Maria Rita. Impregnada pela paisagem, em sons e movimentos me coloco a homenagear a Rainha do Mar. Fecho os olhos e, de mãos postas, ouço os primeiros acordes dessa “oração” cantada. Meu coração acelera. A cada frase, pedidos de bênçãos, mentalizo pessoas e situações — emano boas energias. Movimento meu corpo em uma ciranda inebriante. A música chega ao fim, deito no chão para desacelerar o ritmo cardíaco. O corpo energizado, encharcado de paz.



Quem não está inscrito no curso, mas quer embarcar na proposta e compor o coletivo de criação, basta acompanhar as postagens do blog e do Instagram (@roteirosminimos) e fazer os exercícios propostos, enviando-nos para publicação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: